Um hambúrguer que assusta

happymeal

Muitas vezes nos perguntamos o que será que tem nestes hambúrgueres das redes de fast-food. Foi pensando nisso que uma fotógrafa nova-iorquina, Sally Davies, lançou um projeto chamado “Happy Meal”, um experimento particular, na verdade, que trouxe um resultado assustador!

Sally comprou um McLanche Feliz e por quatro anos (!!!) tirou fotos do hambúrguer e das batatas fritas. O saldo é impressionante. Depois de todo esse tempo (foram mais de 1.500 dias!), o famoso combo do McDonald’s permaneceu praticamente igual, sem nenhum sinal de decomposição. A carne apenas endureceu um pouco, o pão ficou seco e as batatas aparentemente não mudaram.

E aí, a gente continua pensando o que eles colocam nesse lanche… por que algo está muito errado com um alimento, se é que podemos chamá-lo assim, que não apodrece nem cheira mal depois de mais de 1.500 dias ao tempo.

+ Confira todas as fotos do projeto “Happy Meal”.

+ Via: Fondo de Olla

Anúncios

4 comentários sobre “Um hambúrguer que assusta

    1. Oi, Maria Sônia!
      Impressionante, né? Dizem que se colocarmos um pote de margarina aberto ao tempo também acontece o mesmo… e nem junta insetos. Obrigado pelos elogios. Visitarei seu blog. Abs.

      Curtir

    1. Oi, Alexandre. É apavorante mesmo, precisamos repensar nossas escolhas na hora de comer. Temos que comer comida de verdade e não esses produtos que parecem alimento, mas não são. Obrigado pelo elgio ao blog. Abs.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s