Pastel de Nata de Quissamã

Pastel de Nata de Quissama

O Pastel de Nata de Quissamã é praticamente um patrimônio imaterial e ícone gastronômico da pequena cidade na região norte-fluminense do estado do Rio. A história deste delicado doce remonta aos tempos em que o então vilarejo era um dos principais produtores de cana-de-açúcar da província. Desde aquele tempo, a doçaria de Quissamã vem ganhando fama e as balas de ovos, quindins e melados, entre outros, se tornaram uma das marcas do município.

Museu Casa de Quissamã

Fruto da herança portuguesa, o pastel de nata de Quissamã diferencia-se do original lusitano: a massa folhada é mais crocante e o recheio, no lugar do creme de nata, é feito com doce de nata. A iguaria é facilmente encontrada nos restaurantes e bares da cidade, alguns com receitas bastante alteradas, feitos com massa comum e recheio de doce de leite.

Pastel de Nata de Quissamã

O pastel de nata original, porém, quase entrou em extinção, não fosse a persistência de Carmen Queirós, de 66 anos, uma das únicas doceiras que ainda domina todo o processo de preparo. A receita passou por gerações até chegar às suas mãos. Reza a lenda que Darci Vargas, esposa do presidente Getúlio, amava os pasteis de nata feitos por sua avó, dona Catita.

Carmen, porém, só atreveu-se a experimentar a receita depois que sua mãe, dona Lucia (outra doceira de mão cheia), já havia falecido. Começar do zero não foi fácil e as tentativas foram inúmeras até acertar o ponto. Hoje, ela faz questão de passar a tradição às suas três filhas. A caçula, Leila, de 31 anos, já domina a técnica e consegue produzir os pasteis sozinha – e pretende ensinar também para sua filha, a pequena Alice, de 3 anos.

A dificuldade da receita está nas diferentes etapas do processo produtivo, totalmente artesanal. A massa, por exemplo, precisa descansar por horas e o efeito folhado é feito manualmente. O recheio precisa de nata de qualidade e mesmo estando em um município rural, muitas vezes é difícil encontrar nata suficiente para o preparo, dependendo da encomenda. Mas nada que as impeça de manter esta tradição familiar que virou marca do município.

Como resultado desse esforço, o Pastel de Nata de Quissamã foi finalista pela segunda vez no Projeto Maravilhas Gastronômicas do Estado do Rio de Janeiro. Carmen e Leila, além do pastel de nata, produzem muitas outras delícias locais que podem ser encomendadas pelo telefone 22.2768.2178

+ Imagens:
– Pastel de Nata de Quissamã: Teresa Cristina Mattoso Mendonça;
– Pastel de Nata português: A Farpa.

Anúncios

5 comentários sobre “Pastel de Nata de Quissamã

  1. Guilherme, excelente resgate! Minhas irmãs e eu filmamos Carmen em ação fazendo os delirosos pastéis, também na tentativa de preservação de memórias tão queridas de nossa infância. Como é difícil fazer o tal biquinho na massa folhada! Á querida tia Lucita vive docemente em nossas lembranças. Que ter Carmen como representante dessa tradição!

    Curtir

    1. Oi, Marta, obrigado pelos elogios. Desde que me entendo por gente como essa maravilha, primeiro feita pela minha avó Lucia, e agora pela minha tia e prima. Já tentei aprender uma vez, mas não perseverei, é difícil pacas!

      Curtir

  2. É difícil elogiar o Pastel de Nata, pois tudo já foi dito dessa maravilha. Torço para que não seja quebrada a tradição original da feitura do Pastel.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s