Documentário mostra as dificuldades de comunidades tradicionais em áreas de conservação

Na Serra do Espinhaço, em Minas Gerais, comunidades tradicionais defendem o direito de manejar as campinas onde, há séculos, colhem flores “sempre-vivas” e criam gado de leite e corte. Nos últimos anos, com a criação de parques de conservação na região, o acesso à coleta de flores e a utilização dos territórios para atividades de subsistência foi proibida. Assista este documentário e entenda melhor a questão.

serra do espinhaço

Imagem: Glauco Umbelino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s