Você conhece a Gemüse Fest?

Fiz uma matéria bacana para o site Marco Social, sobre a Gemüse Fest, de Santa Rosa de Lima. Foi através desse tradicional prato de origem alemã que os moradores do pequeno município catarinense descobriram sua identidade e passaram a valorizar a cultura local. Segue abaixo a reprodução do texto.

gemuse_fest01

A cidade de Santa Rosa de Lima, localizada nas Encostas da Serra Geral, é conhecida como a Capital Catarinense da Agroecologia. Foi neste pequeno município, com pouco mais de 2 mil habitantes, que nasceu a Agreco e a Acolhida na Colônia, referências nacionais em produção agroecológica e agroturismo, respectivamente. De origem alemã, os primeiros imigrantes chegaram na região no início do século 20 e estabeleceram-se como agricultores.

Apesar de tantos atributos e cultura local forte, seus habitantes nem sempre reconheceram e tiveram orgulho da ascendência europeia e da ligação com o campo. Além disso, a evasão do meio rural também era um tema preocupante, sobretudo ao longo da década de 1980, quando muitos produtores deixaram o interior em busca de oportunidades nas cidades.

gemuse_fest03

Diante desse cenário, um grupo de agricultores criou, em 1991, uma festa para reunir os moradores que se foram com os que permaneceram na lavoura. E o elemento escolhido para simbolizar a confraternização foi o gemüse (lê-se “guimis”), prato de origem alemã à base de batatas, couve e defumado de suínos, muito consumido em toda região das Encostas e de valor afetivo imensurável para seus habitantes. Assim nasceu a Gemüse Fest.

“Trata-se do mais tradicional prato da nossa gastronomia. O que acontecia, porém, é que não havia um reconhecimento da sua relevância, pois todos achavam uma refeição trivial, caseira. Hoje, ele não só dá nome à principal manifestação do município como também alavancou a cultura regional, as danças típicas e a história dos primeiros imigrantes que aqui chegaram”, explica Edson Baumann, coordenador de Danças e Resgate Histórico do evento.

gemuse_fest04

De acordo com Joel Vandressen, secretário municipal de Turismo e Cultura, a festa começou quase como uma confraternização comunitária, reunindo basicamente a população local. Mas nos anos seguintes, a fama do Gemüse Fest correu pelo região e logo ficou conhecido em todo o estado. “Para não perder a essência e também assegurar a qualidade da comemoração, há alguns anos optamos pela realização bianual. A próxima edição já está marcada para maio de 2016”, destaca Joel.

De 1991 para cá, a festa realmente cresceu e conta com uma programação dividida em três dias de atividades, como desfiles, feira de produtos coloniais, missas, danças folclóricas, bandas germânicas, concursos de chopp em metro, comidas típicas e, claro, muito gemüse preparado pelas principais cozinheiras do município.

gemuse_fest02

“A importância do Gemüse fest pra Santa Rosa de Lima está justamente no resgate da cultura e, sobretudo, no clima que a cidade fica quando a festa acontece. Toda a população se envolve para enfeitar as casas e as ruas. A cidade se movimenta com a chegada dos turistas que lotam as pousadas rurais e conhecem um pouco do nosso modo de vida e da nossa história. Para nós, é um prazer recebê-los sempre”, comemora Edson.

gemuse_fest05

+ Imagens: Divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s