Cuba e a agricultura urbana

the-power-of-community-1580x480

No final dos anos 80, a queda da União Soviética provocou mudanças profundas em Cuba, na época uma espécie de vitrine do comunismo para os países latino-americanos. Conforme a Rússia foi reduzindo os investimentos na ilha, os cubanos se viram forçados a se adaptar a uma nova realidade de escassez e recursos limitados.

Na agricultura, a situação não foi diferente. O país, até então, adotava um modelo de grandes plantações, monoculturas e o uso excessivo de agroquímicos. Quando a ajuda da Rússia acabou, os cubanos se viram forçados a adotar um modelo agroecológico urbano, ocupando cada terreno vazio nas cidades e produzindo alimentos próximos dos consumidores. Hoje, o país é referência em práticas agroecológicas, permacultura e agricultura urbana.

Saiba mais sobre essa história no documentário “O Poder da Comunidade”, de 2006, e descubra como os cubanos criaram um modelo de agricultura urbana avant la lettre, muito antes do conceito estar na moda. A parte relacionada à agricultura vai dos 15:50 até os 35:00.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s