A maioria dos pratos que comemos é legado de guerras

caponata
Caponata: um prato típico italiano? Nem tanto… (crédito da imagem)

Na semana passada, foi publicado um artigo muito legal no site da revista Smithsonian, que mostra como as movimentações territoriais, em decorrência de guerras, por exemplo, ajudaram a espalhar alimentos e temperos pelo mundo.

Por exemplo, a caponata, prato típico da Sicília, italiana até a medula, é fruto de conflitos ocorridos há mais de mil anos, reflexo da invasão árabe, trazendo novos culturas, técnicas agrícolas e conhecimentos muito acima dos padrões europeus daquele tempo.

O artigo afirma que, geralmente, quando as novas influências chegam até nós – seja por conquista, exploração colonial ou mesmo programas de culinária na TV – sempre há um período de adaptação seguido da incorporação total de uma nova técnica ou ingrediente no léxico culinário de uma determinada região ou país.

tempura.jpg
Tempura: tipicamente japonês, mas com DNA português… (crédito da foto)

Por exemplo, no século XV, as batatas e tomates que viajaram do Novo Mundo para a Europa, primeiramente foram desprezados pelos comensais do Velho Mundo, por acharem que eram venenosos. Com o tempo, como se sabe, estes alimentos se tornaram emblemáticos nas cozinhas desde o Mediterrâneo até a Escandinávia.

Quer outro exemplo? No Japão do século XIX, os novos alimentos eram testados, antes, entre os soldados para depois, ganhar a sociedade. Assim foi com o curry, introduzido no país como um tempero ocidental, pois chegou lá através do Império Britânico, não via Índia!

Confira o artigo (em inglês) na íntegra

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s