Ovos caipiras x ovos de granja

Qual é a diferença entre eles?

ovos
Crédito da imagem

Bom, para início de conversa, a cor é uma primeira diferença – gritante – entre um ovo caipira e um de granja. Nem preciso dizer qual deles eu consumo lá em casa, né? Pelo nome você já tem uma pista… mas vamos destrinchar melhor essa história toda:

Ovos brancos e ovos vermelhos (marrons)
A cor da casca do ovo tem relação apenas com a genética da raça da galinha que o botou. Basicamente, galinhas de penas brancas botam ovos brancos e galinhas de penas vermelhas botam ovos vermelhos (marrons, na verdade) e não há diferença entre os valores nutricionais dos ovos.

Ovos de granja

ovosbrancos
Crédito da imagem


Os ovos de granja são produzidos em um sistema industrial, no qual as galinhas ficam confinadas, comendo o dia todo, praticamente imóveis dentro de gaiolas – sua função básica é colocar ovos, quase como uma máquina. Elas têm seus bicos cortados para aumentar a produtividade e, com essa prática, evita-se, por exemplo, que a ave escolha a ração e desperdice alimento e que os ovos sejam bicados e portanto perdidos e que haja canibalismo entre elas.

Ovos caipiras

ovos.jpgovos2
Crédito da imagem


Os ovos caipiras também são chamados de “tipo colonial” ou “de capoeira”, dependendo da região do país. Pela legislação, as galinhas que produzem esses ovos devem ser criadas fora de gaiolas, ciscando livremente. A alimentação nessas criações é toda de origem vegetal e sem pigmentação (que é usada na ração para dar uma cor mais amarelona à gema, artificialmente). Os animais não podem tomar remédios que estimulem o crescimento e nem antibióticos.

E os ovos orgânicos?

ovosorganicos
Crédito da imagem


Os ovos orgânicos são produzidos como as caipiras, mas com a alimentação das aves 100% orgânica. Não é permitido também usar remédios para crescimento e nem antibióticos. Com essas restrições, o ovo orgânico não vem com qualquer resíduo químico. As galinhas orgânicas são criadas em condições que prezam pelo bem-estar e o comportamento natural. Por exemplo, é proibida a prática da “debicagem” e do confinamento em gaiolas.

Aqui, vale destacar que alguns estudos dizem que galinhas criadas soltas põem ovos com cerca de 4 vezes mais vitamina A do que os de granja. E aí, assunto esclarecido? Não preciso dizer que a minha preferência é pelos caipiras ou orgânicos, né? 😉

.  .  .

+ Com informações do blog Socorro na cozinha.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s